Email: Senha: Esqueci a senha 

Capítulo anterior
Atropelamento por caminhão
Capítulo atual
Acidente de bicicleta com corpo estranho no cérebro
Próximo capítulo
Colisão contra viaduto


abrir box

Índice
Ação Física
Energia mecânica
Etimologia dos instrumentos  

 
 
   
Início da transcrição

Fonte: https://origemdapalavra.com.br/artigo/coisas-que-espetam/


--------------------------------------


AGUDO  –  do Latim acutus, “pontudo, aguçado”, de acuere, “fazer ponta em”.

        O sentido médico de “moléstia que surge e desaparece repentinamente”, em oposição a “crônico”, começou ao redor de 1660.

      Usa-se figurativamente em relação a uma inteligência que penetra uma situação como se atravessasse barreiras.


ACUIDADE  –  também de acutus; pode referir-se à inteligência, como citamos na última

frase, ou à capacidade de órgãos sensoriais ou mesmo aparelhos de medida.


PONTUDO  –  do Latim punctum, particípio passado de pungere, “fincar, espetar”. Este verbo originou nossa palavra pungente, “aquilo que desperta uma sensação física aguda, intensa”.


AFIADO  –  do Latim affilare, de ad-, “a”, mais filum, “fio”. Ou seja, fazer algo se assemelhar a um fio, estreitar a ponto de tornar cortante.


CORTANTE  –  do Latim curtare, “encurtar, reduzir, cortar”, de curtum, “curto”.


LÂMINA  –  do Latim lamina, “folha, camada, prato, peça achatada de metal”, de origem anterior desconhecida.


ARESTA  –  do Latim arista, “barba de espiga de trigo, aresta”, pela capacidade cortante daquela.


ESPINHO  –  do Latim spina, “espinho”. Passou a significar também em Latim, mais tarde, “coluna vertebral”, daí a nossa espinha dorsal.


ACÚLEO  –  é aquele das rosas, que nos espeta quando levamos essas flores para nossas namoradas. Veio do Latim aculeus, “aguilhão, ferrão”, provavelmente por relação com acutus.


Favor não confundir “espinho” com “acúleo”; aquele é um órgão que vem do fundo do tronco ou galho e só pode ser arrancado lesionando a planta; o acúleo pode ser retirado sem dificuldade e sem maiores danos.


AGULHA  –  deriva do Latim acus, “agulha, alfinete”, e também se relaciona com acutum.


ALFINETE  –  veio do Árabe al-filed, “alfinete”, com provável mistura com a palavra “fino”.


PRESA  –  com o sentido de “dente canino de certos animais”, vem do Latim prehendere, “prender”, pois elas servem para prender o animal caçado na boca do predador.


FERRÃO  –  deriva do Latim ferrum, “ferro”, pois este metal se presta para fazer

instrumentos aguçados. 


AGUILHÃO  –  veio do Latim aquileo, um derivado de aculeus.


      

FINCAR  –  do Latim figicare, figicare“cravar, fincar”. O exército romano conjugava muito este verbo quando partia em campanha.


ESPETAR  –  atualmente um espeto serve basicamente para fazer churrasco. Mas espetar em outras épocas descrevia coisas desagradáveis que uma lança pode fazer com o corpo humano. Deriva do Gótico spitus, “espeto, pique”.



--------------------------------------

Final da transcrição

Fonte: https://origemdapalavra.com.br/artigo/coisas-que-espetam/




Webmaster
Malthus

Site de Apoio ao Processo Ensino Aprendizagem do
LOAFMEL
Laboratório de Odontologia e Antropologia Forenses e Medicina Legal
Faculdade de Medicina
Universidade de Brasília.

Coordenador: Professor Malthus Galvão
Este site é monitorado, está em constante complementação e pode conter erros.

Você pode utilizar o material à vontade, para montar uma aula, um caso para discussões com seus alunos, etc, seguindo os termos da licença. Aqui eu explico melhor

LOAFMEL - UnB by Malthus Fonseca Galvão is licensed under CC BY-NC-SA 4.0

Toda programação, métodos e bancos de dados utilizados em malthus.com.br© foram desenvolvidos pelo

Prof. Malthus Galvão.

Direitos autorais protegidos pela Lei 9610/98.