Email: Senha: Esqueci a senha 

Capítulo anterior
Instruções para utilização das imagens e textos
Capítulo atual
Disciplina Medicina Legal (Medicina FMD 0018)
Próximo capítulo
Boas vindas


abrir box

Índice
Antropologia Forense
Antropologia Forense - Casos Diversos I
Óbito por cardiopatia ou espancamento?  

 
 
   
                                                                                         
Em Antropologia Forense, uma fratura deve ser analisada sob o aspecto cronológico.

a)Foi produzida tempos antes da morte?
b)Foi produzida na época da morte e, portanto, pode estar relacionada à morte?
c)Foi produzida após a morte?

Quando as fraturas ocorrem tempos antes da morte, o inexorável processo de remodelação óssea ocorre e este fenômeno será facilmente perceptível como arredondamento das cordas, formação de osso e soldadura entre os fragmentos.

Quando as fraturas ocorrem na época da morte, não teremos remodelação óssea, o que também ocorre nas fraturas post-mortem, é claro. A diferença entre as fraturas peri-mortem e as post-mortem é a possibilidade de demonstrar hemorragias ósseas nas fraturas intra-vitae e a ocorrência de fraturas plásticas, o que não ocorre nas fraturas post-mortem.

Fraturas plásticas são aquelas nas quais os ossos "entortam" sem se quebra, por estarem úmidos. Pense em uma fratura em galho-verde, que ocorre me crianças. Na ossada, por ocasião, por exemplo, da escavação, ou do abatimento da terra, as fraturas não apresentam deformações plásticas.



Webmaster
Malthus

Site de Apoio ao Processo Ensino Aprendizagem do
LOAFMEL
Laboratório de Odontologia e Antropologia Forenses e Medicina Legal
Faculdade de Medicina
Universidade de Brasília.

Coordenador: Professor Malthus Galvão
Este site é monitorado, está em constante complementação e pode conter erros.

Você pode utilizar o material à vontade, para montar uma aula, um caso para discussões com seus alunos, etc, seguindo os termos da licença. Aqui eu explico melhor

LOAFMEL - UnB by Malthus Fonseca Galvão is licensed under CC BY-NC-SA 4.0

Toda programação, métodos e bancos de dados utilizados em malthus.com.br© foram desenvolvidos pelo

Prof. Malthus Galvão.

Direitos autorais protegidos pela Lei 9610/98.