Matrícula ou Email: Senha: Esqueci a senha 
   Nós dizemos não à violência contra a mulher   Nós dizemos não à violência contra a criança   Nós dizemos não a todo tipo de tortura

Leia no rodapé as condições de uso. Revoga-se toda e qualquer autorização divergente.



Índice
Ação Física Elétrica
Eletricidade Natural
Eletricidade Artificial
Metalização  

 
 
   
  • A eletricidade produz lesões corporais de
    • Forma direta
      • Pela eletricidade em si, alterando, por exemplo, o funcionamento cardíaco
    • Forma indireta
      • Pelo efeito joule, com a produção de calor, queimaduras elétricas.
  • O aspecto geral das lesões produzidas pela eletricidade é de crosta ou escara seca e dura.
  • A fonte de eletricidade pode ser natural (raio) ou artificial.
    • Eletricidade Natural - Raios
      • Marca de Lichtenberg
      • Fulminação
        • Morte instantânea por raios.
      • Fulguração
        • Perturbação causada no organismo vivo por raios, sem ocorrência de êxito letal (morte).
    • Eletricidade Artificial - Doméstica ou Industrial
      • Marca de Jellineck
      • Eletroplessão é o dano corporal com ou sem êxito letal, provocado pela ação de corrente elétrica artificial nos seres vivos.
  • Óbito por eletricidade
    • causa cardíaca,
    • pulmonar ou
    • cerebral,
    • entretanto, o choque elétrico pode levar a quedas que podem ser a verdadeira causa da morte.

Eletricidade Natural
Eletricidade Natural = Raio Atmosférico

Figuras arboriformes de Lichenberg
Eletricidade Artificial

                                                                                                                                                 
Eletricidade Artificial = eletricidade produzida pelo homem

Alta tensão

Média Tensão

Baixa Tensão


"A Linha de Transmissão começa no pára-raios da Subestação da Usina e termina no pára-raios da Subestação de Distribuição. Cada linha é composta de 3 fases identificadas pelas letras A, B e V que significam Azul, Branca e Vermelha, que são as 3 fases da corrente trifásica.
A tensão de transmissão é elevada para diminuir as perdas pelo efeito Joule (o cabo esquenta pela passagem da eletricidade).

Quanto mais alta a tensão, menor serão as perdas. A linha entre Itaipú e Tijuco Preto tem um comprimento de 700 kilometros e a tensão é de 750.000 Volts. Nas proximidades de centros urbanos não é seguro se operar com tensõs tão elevadas. Então as linhas operam com tensão de 230.000 Volts. Dentro da cidade a tensão é menor ainda. Pode ser em 138.000 Volts ou 69.000 Volts" A Linha de Transmissão começa no pára-raios da Subestação da Usina e termina no pára-raios da Subestação de Distribuição. Cada linha é composta de 3 fases identificadas pelas letras A, B e V que significam Azul, Branca e Vermelha, que são as 3 fases da corrente trifásica.
A tensão de transmissão é elevada para diminuir as perdas pelo efeito Joule (o cabo esquenta pela passagem da eletricidade).

Quanto mais alta a tensão, menor serão as perdas. A linha entre Itaipú e Tijuco Preto tem um comprimento de 700 kilometros e a tensão é de 750.000 Volts. Nas proximidades de centros urbanos não é seguro se operar com tensõs tão elevadas. Então as linhas operam com tensão de 230.000 Volts. Dentro da cidade a tensão é menor ainda. Pode ser em 138.000 Volts ou 69.000 VoltsA Linha de Transmissão começa no pára-raios da Subestação da Usina e termina no pára-raios da Subestação de Distribuição. Cada linha é composta de 3 fases identificadas pelas letras A, B e V que significam Azul, Branca e Vermelha, que são as 3 fases da corrente trifásica.
A tensão de transmissão é elevada para diminuir as perdas pelo efeito Joule (o cabo esquenta pela passagem da eletricidade).

Quanto mais alta a tensão, menor serão as perdas. A linha entre Itaipú e Tijuco Preto tem um comprimento de 700 kilometros e a tensão é de 750.000 Volts. Nas proximidades de centros urbanos não é seguro se operar com tensõs tão elevadas. Então as linhas operam com tensão de 230.000 Volts. Dentro da cidade a tensão é menor ainda. Pode ser em 138.000 Volts ou 69.000 Volts" http://www.ebanataw.com.br/roberto/energia/ener18.htm

Eletricidade Artificial == Taser ==

Taser

                         
A arma denominada "TASER" (marca comercial) não se classifica como arma de fogo, posto que a energia para expelir os "projetis" não provém da combustão de pólvora e sim da pressão de nitrogênio. Pode ser utilizada a distância, pelo lançamento dos "dardos" ou como arma de contato.
A data e hora de cada disparo fica registrado na própria arma, disponível para auditoria especializada e, a cada disparo, uma quantidade variável de confetes coloridos codificados é expelida, também com finalidade pericial.
Eletricidade Artificial == Óbito por eletricidade artificial ==

Óbito por eletricidade artificial

                                                   

Eletricidade Artificial == Micro Jelineck II ==

Micro Jelineck II

                               
Segundo o histórico, este jovem estava em uma escada trocando uma lâmpada, 220 Volts, quando teria "tomado um choque e caído morto".
Foi possível confirmar a ação elétrica pela presença de marcas de queimadura elétrica (Jelineck) mínimas, entretanto o suficiente para confirmar o histórico.
Eletricidade Artificial == Micro Jenileck ==

Micro Jenileck

             
Em alguns casos as marcas elétricas são muito pequenas. Nestes casos, a ampliação de uma boa fotografia pode evidenciar uma marca patognomômica, como neste caso.
Eletricidade Artificial == Limite de desprendimento ==

Limite de desprendimento

   
Conforme a norma IEC 60.479, existe uma relação entre a frequência e a corrente sob a qual um indivíduo é incapaz de atuar por si só para separar-se do ponto de aplicação da corrente.

Probabilidade de uma pessoa se desprender após contato com objeto energizado:
Curva 3: 0,5% das pessoas;
Curva 2: 50% das pessoas e
Curva 1: 99,5% das pessoas.
Eletricidade Artificial == Efeitos fisiológicos da eletricidade artificial ==

Efeitos fisiológicos da eletricidade artificial

   
Zonas Limites Efeitos Fisiológicos
AC-1 Até 0,5 mA - curva a Percepção possível, mas geralmente não causa reação.
AC-2 0,5mA até curva b Provável percepção e contrações musculares involuntárias, porem sem causar efeitos fisiológicos.
AC-3 A partir da curva b para cima Fortes contrações musculares involuntárias, dificuldade respiratória e disfunções cardíacas reversíveis. Podem ocorrem imobilizaçòes e os efeitos aumentam com o crescimento da corrente elétrica. Normalmente os efeitos prejudiciais podem ser revertidos.
AC4 Acima da curva c1 Efeitos patológicos graves podem ocorrer, inclusive paradas cardíacas, paradas respiratórias e queimaduras ou outros danos celulares. A probabilidade de fibrilação ventricular aumenta com a intensidade da corrente e do tempo.
  c1 - c2 AC-4.1 Probabilidade de fibrilação ventricular aumentada até aproximadamente 5%.
  c2-c3 AC-4.2 Probabilidade de fibrilação ventricular de aproximadamente 50%.
  Além da curva c3 AC-4.3 Probabilidade de fibrilação acima de 50%.

Eletricidade Artificial == Alta tensão ==

Alta tensão

                                                                                                           
As lesões em casos de alta voltagem são, em geral, patognomônicas.

Metalização

           
Metalização é a deposição cutânea de metal em decorrência de corrrentes elétricas.
Pode ocorrer nos casos de eletricidade natural e artificial.



Webmaster
Malthus

Site de Apoio ao Processo Ensino Aprendizagem do
LOAFMEL
Laboratório de Odontologia e Antropologia Forenses e Medicina Legal
Faculdade de Medicina
Universidade de Brasília.

Coordenador: Professor Malthus Galvão
Este site é monitorado.

©Os direitos autorais deste Sítio são protegidos pela Lei 9610 de 19/02/1998. Todos os programas de computador, métodos e bancos de dados utilizados neste Sítio foram desenvolvidos pelo Prof. Malthus Galvão. O conteúdo é propriedade dos respectivos autores. Toda violação destes direitos de propriedade estará sujeita às penalidades prescritas em lei. Entretanto,Você pode utilizar o material, desde que siga à risca os termos da licença a seguir.

LOAFMEL - UnB by Malthus Fonseca Galvão is licensed under CC BY-NC-SA 4.0


Este sítio está em constante remodelação e pode conter erros!!!